Ícone do FacebookÍcone do TwitterrÍcone do YouTube
Início > Progepe avalia impactos do sei
Data de Publicação 10/12/2018 - 10:36 Atualizado em 10/12/2018 - 10:36 170 visualizações

Progepe avalia impactos do SEI

Por Tamíris Centeno Pereira da Rosa

A partir de 1º de janeiro de 2019, a abertura e a tramitação de todos os processos da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) passarão a ser realizados por meio do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Com a implantação do novo sistema, todo o conteúdo de um processo como memorandos, ofícios, notas e demais documentos será totalmente eletrônico e estará disponível de forma simultânea e em tempo real para todas as unidades da Universidade.

De acordo com a Pró-reitoria de Gestão de Pessoas (Progepe), ao permitir tramitar os processos eletronicamente, o SEI colabora com que ocorrências que impactam na folha de pagamento do servidor cheguem com maior celeridade aos setores responsáveis da Progepe. “Esta economia de tempo poderá reduzir, por exemplo, os pagamentos retroativos, minimizando situações em que estes não sejam necessários”, explica o Pró-reitor ajunto da pasta, Daniel Viegas. Exemplos importantes são: a comunicação de exercício do servidor, progressão por capacitação, incentivos a qualificação, entre outros. “Estes avanços nos processos deverão contribuir em maior rapidez na implantação dos benefícios, adicionais e gratificações o que impactará na remuneração dos servidores”, diz ele.

Ainda de acordo com Viegas, a Progepe está entre os setores que mais geram impressões envolvendo os processos de concurso, admissão, progressão, desligamento, entre outros. “Com a implantação do SEI haverá uma grande redução nas impressões resultando em economia para todos os envolvidos”, conta. Muitos documentos hoje levantados no meio eletrônico, e que são impressos para serem incluídos no processo físico, poderão ser anexados diretamente ao SEI, como por exemplo, em um processo de solicitação de afastamento do país para participação em eventos científicos, por exemplo, os dados do evento, sua programação, cópia do trabalho apresentado e outros. “Em um processo de concurso público, hoje, precisamos imprimir desde o perfil enviado pelo Campus, editais de abertura, retificação, homologação e despachos envolvendo recursos. Além da economia da impressão, teremos o ganho na agilidade da tramitação e conclusão dos processos”, comemora o pró-reitor.

 

Tags: Gestão