Ícone do FacebookÍcone do TwitterrÍcone do YouTube
Início > Tecnologia em gestao de turismo recebe nota maxima na avaliacao do mec
Data de Publicação 07/05/2019 - 11:13 Atualizado em 07/05/2019 - 13:59 577 visualizações

Tecnologia em Gestão de Turismo recebe nota máxima na avaliação do MEC

Avaliadores do Ministério da Educação (MEC) estiveram no Campus Jaguarão nos dias 22 e 23 de abril de 2019 para verificar as condições de oferta do curso, que ficou com o conceito 5, a nota máxima para a obtenção do Reconhecimento pelo MEC
Por Emanuelle Tronco Bueno

Divulgado, no início deste mês de maio, o Relatório da Comissão de Reconhecimento de Curso do Ministério da Educação (MEC), que avaliou o curso Tecnologia em Gestão de Turismo da Universidade Federal do Pampa (Unipampa). O curso, implantado em 2009 no Campus Jaguarão, foi avaliado nos dias 22 e 23 de abril com excelentes condições nas três dimensões: organização didático-pedagógica; corpo docente; e infraestrutura.

Como parte do processo de constituição da nota, membros da Comissão de Avaliação do MEC conversaram com alunos, professores e gestores, verificaram os documentos institucionais (Plano de Desenvolvimento Institucional e o Projeto Pedagógico de Curso), os relatórios de autoavaliação, analisaram o acervo bibliográfico, visitaram salas de aula e laboratórios, analisaram o perfil do corpo docente, a proposta curricular, os espaços de apoio ao aluno e as condições de acessibilidade e sustentabilidade das instalações em geral. A avaliação presencial faz parte dos procedimentos que visam o Reconhecimento de um curso superior, e integra as ações do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) que analisa as instituições, os cursos e o desempenho dos estudantes.

Para chegar aos resultados positivos, a comunidade acadêmica do curso Tecnologia em Gestão de Turismo trabalha em conjunto para cumprir os requisitos avaliados com excelência. Atualmente, o corpo docente do curso é formado por 100% de doutores e doutorandos que desenvolvem diversos projetos de ensino, pesquisa e extensão. Segundo a coordenadora do curso, Alessandra Buriol Farinha, a nota “representa o reconhecimento dos esforços empregados pelos docentes e discentes atuantes no curso, bem como da gestão e dos técnicos administrativos do Campus Jaguarão nos últimos anos para a melhoria na educação e aproximação com a comunidade local”. Dessa forma, toda equipe envolvida com o curso tem “o desejo de poder cada vez mais contribuir com o desenvolvimento do turismo regional da educação pública, gratuita e de qualidade”, conclui Alessandra.

Sobre o Curso de Tecnologia em Gestão de Turismo

Com o foco no desenvolvimento do turismo binacional, o curso de Tecnologia em Gestão de Turismo visa contribuir nas formatações de produtos turísticos transfronteiriços. O curso é de formação rápida (5 semestres), porém com extensa base teórica e com atividades práticas – especialmente saídas de campo e visitas técnicas – desde o primeiro semestre.

Anualmente são ofertadas 50 vagas na Unipampa para o curso, que concentra suas atividades no período noturno e confere a titulação de tecnólogo(a) em gestão de turismo. O ingresso é feito somente através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Sobre a área de atuação do tecnólogo em gestão de turismo

O profissional formado no curso de Tecnologia em Gestão de Turismo atua no planejamento e desenvolvimento da atividade turística nos segmentos público e privado. Para tanto, desenvolve ações no âmbito do planejamento turístico, agenciamento de viagens (emissivas, receptivas e operadores de turismo), transportadoras turísticas e consultorias voltadas para o gerenciamento das políticas públicas e para a comercialização e promoção dos serviços relativos à atividade. A identificação dos potenciais turísticos do receptivo, considerando a diversidade cultural e os aspectos socioambientais para o desenvolvimento local e regional, são atividades desenvolvidas por esse profissional.

  • Fundo amarelo. Letras vermelha.

    Tecnologia em Gestão de Turismo recebe nota máxima na avaliação do MEC

randomness