Ícone do FacebookÍcone do TwitterrÍcone do YouTube
Início > Mujica primeiro doutor honoris causa da unipampa discursa em defesa da educacao
Data de Publicação 21/11/2017 - 19:51 Atualizado em 27/11/2017 - 10:41

Mujica, primeiro Doutor Honoris Causa da Unipampa, discursa em defesa da educação

Por Emanuelle Bueno e Franceli Couto

     Na tarde desta terça-feira, 21, a Universidade Federal do Pampa (Unipampa) concedeu o primeiro título de Doutor Honoris Causa da história da instituição. O agraciado foi o ex-presidente e atual senador do Uruguai, José Alberto Mujica Cordano, que recebeu o título em solenidade realizada durante 9º Salão Internacional de Esnino, Pesquisa e Extensão (Siepe). O evento ocorreu no Solar Dom Pedro, salão Armour, na cidade de Santana do Livramento, fronteira com o Uruguai. A escolha de “Pepe Mujica”, como o estadista é conhecido, foi apreciada e aprovada pelo Conselho Universitário (Consuni) da Unipampa, em 22 março de 2016. A cerimônia reuniu cerca de 450 pessoas, dentre comunidade acadêmica e lideranças da área da educação.

    Para o diretor de Assuntos Estratégicos e de Relações Institucionais e Internacionais da Unipampa, Hélvio Rech, trata-se de um momento histórico para a universidade. Sobre o título de Doutor Honoris Causa, ele afirma que "tradicionalmente pode ser concedido a personalidades nacionais ou estrangeiras, mas a Unipampa optou por homenagear um cidadão continental, um cidadão latino-americano".

    O reitor da Unipampa, Marco Antonio Fontoura Hansen, defendeu o relevante papel das universidades no contexto da internacionalização, fato que, para ele, materializa-se na solenidade de hoje. Além disso, Hansen afirma que também é papel das universidades "reconhecer e agraciar aqueles que, por mérito, se destacaram pelas suas excepcionais ações". De acordo com o reitor, o título foi concedido a Mujica por ser "um homem que tem se dedicado de forma humilde de viver, com popularidade mundialmente reconhecida, voltado para a paz e a harmonia entre os povos".

Pepe Mujica e reitor da Unipampa, Marco Hansen

     Em seu discurso de agradecimento, “Pepe” Mujica defendeu a democratização do ensino superior e falou sobre a liberdade de cada indivíduo ter acesso à universidade. “Por um mundo em que a educação superior seja acessível para todas as classes sociais e não para poucos. Cada indivíduo é um universo, quando falamos em igualdade é em questão de oportunidades”, afirma o estadista.

Plateia assistindo à cerimônia. Ao fundo mesa de autoridades.



Confira mais trechos do discurso de “Pepe” Mujica

Mujica durante o seu discurso“Aos poucos o mundo vai demandar qualificação massiva, não por ser maldoso mas porque haverá uma necessidade excessiva de trabalhadores qualificados. Penso que as massas trabalhadoras serão mais eficientes porque poderão passar pela universidade”.

“Ser um universitário é ter uma responsabilidade maior com a sociedade. Nossa maior herança é a civilização… O que nos obriga à solidariedade. O sentimento de solidariedade depende da sociedade”.

“Nada vale mais que a vida, é um milagre estar vivo. Por tanto temos que festejar estarmos vivos, lutar pela vida, por questões materiais, pois para comer há que trabalhar. Mas a vida humana é mais que trabalhar e esta é a contradição do nosso tempo. A gente se vê obrigado pelo seu íntimo interior a viver no consumismo e não sobra tempo para de fato viver”.

“A vida humana significa ter tempo livre para os afetos, então, que se tenha tempo livre. Temos que lutar por uma civilização e cultura que garanta tempo para a liberdade”.

 

 

  • Primeiro título de Doutor Honoris Causa concedido pela Unipampa

    Primeiro título de Doutor Honoris Causa concedido pela Unipampa - Foto: Fernando Cruz